Yokohama quer sediar um dos primeiros resorts cassinos do Japão

Yokohama quer sediar um dos primeiros resorts cassinos do Japão

Assim como no Brasil, o Japão passou por um período de muitas discussões referentes a liberação dos cassinos. A principal preocupação da população era o vício nos jogos, mas, em contrapartida, muitos benefícios seriam proporcionados.

Yokohama quer sediar um dos primeiros resorts cassinos do Japão
Yokohama quer sediar um dos primeiros resorts cassinos do Japão. Foto Wynn casino DanMSchell

Em 2016, quando o parlamento japonês aprovou a legalização das casas de jogos, investidores começaram a demonstrar interesse pela instalação de grandes empreendimentos. Os primeiros deverão ser construídos em 2022, provocando uma disputa entre as maiores cidades em sediar estes complexos, invejáveis resorts cassinos, com lojas, restaurantes, salas para eventos e os espaços para os jogos.

O governo japonês manterá uma política preventiva para possíveis problemas ligados ao vício. A entrada deverá custar 6 mil ienes e, para frear as chances de jogos frenéticos e viciantes, haverá limite de acesso com controle mensal. Mesmo com a política preventiva, a expectativa de receita é de 3,5 bilhões de Ienes ao ano, cerca de 135 milhões de Reais, provenientes de impostos com as transações de apostas e que será revertida para a melhoria de vários setores.

Conhecendo a organização e a rigidez japonesa é previsível que a implantação dos cassinos será benéfica para a geração de renda, de empregos e aumento no turismo. Com a mesma expectativa se aguarda a regulamentação das casas de jogos no Brasil.

A escolha das províncias

Na corrida para escolha dos melhores locais para a implantação dos resorts cassinos, Fumiko Hayashi, prefeita de Yokohama já se articulou e manifestou o seu interesse. Seus concorrentes são as províncias de Tomakomai, Wakayama e Sasebo.

Como parceiras da campanha da Prefeita Hayashi, estão multinacionais que já fazem sucesso com serviços de apostas na Internet. Em posição contrária a instalação do resort está Yukio Fujiki, presidente da Associação de Transporte do Porto de Yokohama, embora não se espere uma influencia muito negativa a respeito.

Os três locais escolhidos para a implementação dos cassinos serão anunciados em breve, o que deve balançar todo o setor político do Japão. Os locais passarão por muitas mudanças, tanto físicas, quanto administrativas, com base na maior rigidez para o controle da nova atividade.

Apostas virtuais

Enquanto os resorts não ficam prontos, os japoneses e os brasileiros podem aproveitar as empresas virtuais para fazer suas apostas, com transações licitas, habilitadas para uma atividade simplificada.

No Brasil, o sucesso está comprovado pelos milhares de jogadores fieis do website brasilcasinos.com.br, que atua como base para os apostadores auxiliando na escolha das melhores companhias, além de ensinar as técnicas e apontar as tendências.

Em solo brasileiro a liberação de apostas passa, atualmente, pela votação no Congresso. Para acelerar a medida alguns órgãos foram formados como base aliada, a maioria deles com apoio político e profissional, assim a pressão deve tornar a decisão mais rápida.

Saiba mais