Publicações comemorativas do Centenário da Imigração Japonesa no Brasil

Ironman SKY 3

Compartilhe

O NIPPO Brasília informa as publicações alusivas aos cem anos da imigração no Brasil, 1908 – 2008

13-A história da imigração japonesa em Lins (Maria Kazue Mori)

A história da imigração japonesa em Lins (Maria Kazue Mori)
A história da imigração japonesa em Lins (Maria Kazue Mori)

As pesquisas foram realizadas nas residências dos imigrantes ou de seus descendentes, onde fui sempre recebida com muito carinho, alegria e confiança. Eu me sentia iluminada e abençoada a cada visita. Pude ainda notar o entusiasmo dos entrevistados, pois sentiam que alguém ouvia suas histórias com a devida importância e respeito. Sob muita emoção e com os olhos cheios de lágrimas, eu realmente experimentava o drama de cada um ao relatar o passado de luta. Compartilhei e também relembrei ainda alguns fatos da época, pois convivi por muitos anos com meus avós paterno, materno e com meus país também imigrantes. Até hoje convivo com minha mãe Shizu Mori, de quem tenho grande honra e orgulho de ser filha.

Sinto o falecimento dos sete entrevistados que colaboraram para a feitura deste livro, mas ao mesmo tempo estou feliz em ter tido a oportunidade de conhecê-los. O que foi contado por eles ficará registrado para sempre neste livro, ao contrário de muitas informações e histórias que se foram com outros  imigrantes.

Estoque Outlet Oficial | Dudalina Feminino Com Até 80% OFF | Peças Selecionada | Aproveite Frete Grátis*

Por ser neta e filha de imigrantes, escrevi este livro como forma de homenagear a todos, neste centenário.

Informações sobre o livro A história da imigração japonesa em Lins (Maria Kazue Mori)

12-Livro “50 anos de História: Imigração Japonesa em Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil (1958-2008)”

De autoria de André Luis R. Soares e Tomoko Kimura Gaudioso, com a colaboração de Neida Cecchin Morales e Cristiéle Santos de Souza, o livro narra a trajetória das famílias japonesas que hoje residem em Santa Maria, desde sua saída da Província de Kumamoto em 1957 até os dias atuais. Editora Maria do Cais, Itajaí, Santa Catarina, 2008. Edição bilingue (português-japonês), 200 páginas, tamanho A4, papel couché. http://www.ufsm.br/memorialjapao/

11-Livro “Contos do Velho Nipon”

Os contos japoneses começam com a expressão “Mukashi, mukashi…” – que quer dizer “Antigamente, muito antigamente…” – e correspondente ao “Era uma vez…” dos nossos contos de fadas. Luís Antônio Pimentel, então um jovem estudante brasileiro em Tóquio, ouviu muitas vezes, noites adentro, esses relatos e os reuniu nos Contos do Velho Nipon, primeiro livro de contos japoneses publicado no Brasil, em 1940.

Sessenta e oito anos depois, Pimentel, hoje um venerável escritor e jornalista de 96 anos, lança a primeira reedição exclusiva da obra em homenagem ao Cem Anos da Imigração Japonesa no Brasil. São 12 contos, alguns deles, segundo o autor, originaram versões de histórias infantis ocidentais. Lá estão “Momo Tarô ou o Filho do Pêssego”, “O Velho e os Demônios”, “O Jovem Pescador”, “O Tico-tico de Língua Cortada”, “O Ressuscitador de Árvores”, “O Macaco e os Caranguejos”, “A Montanha de Katch-Katch”, “A Aranha Fantasma”, “A Vingança da Raposinha”, “O Guerreiro e o Anãozinho”, “O Machado de Ouro” e “Kintaro”.

De Luís Antônio Pimentel, Editora Nitpress, formato 14x28cm, 88 páginas, capa dura, R$ 35,00.

10-Livro “100 Anos da Imigração Japonesa no Brasil” – bilingüe

Autores Jhony Arai e Cesar Hirasaki, produção da Imprensa oficial do Estado de São Paulo e do Bunkyo – Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social, 284 páginas, bilingüe, formato 25x25cm

9-Revista “100 Anos da Imigração Japonesa”

Edição comemorativa da Editora Abril, 98 páginas, Coordenação de Alfredo Ogawa.

8-Livro “Colhendo ouro com as mãos”

Nenhum desafio é maior do que “ir para além de outros oceanos, do outro lado do mundo e enfrentar o desconhecido…”.

Com estas palavras Tizuka Prado nos conduz a uma viagem “através dos tempos” ao cenário inicial da imigração, a questão da crise de identidade dos nisseis e como superá-la, chegando até aos dias atuais, focando o fenômeno dekassegui e a influência da cultura japonesa em todas as áreas de atividades no Brasil.

Editado por Thesaurus Editora, 96 páginas, ilustrado, 1ª edição, 2008. R$30,00

7-Livro “Banzai Brasil! Banzai Japão!”

De Maria Cecília Missako Ikeoka, conta parte da história do Brasil e do Japão e de sua família em São Vicente. Um livro que homenageia Tetsuo Yamauchi e Hide Yamauchi, os pais da autora, a Comunidade Nikkei no Brasil, os dekasseguis brasileiros que trabalham no Japão e, especialmente, os bravos japoneses do Kasato Maru que marcaram o início da Imigração Japonesa no Brasil. Uma obra com 320 páginas, 22 capítulos e um caderno com 46 fotos – do arquivo pessoal da autora, da Fundação Arquivo e Memória de Santos, do Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil e da Casa Martim Afonso, em São Vicente. Mais informações: (13) 3227-9742

6-Revista “História Viva” – “Japão 500 anos de história : 100 anos de imigração”

Apresenta em três fascículos a história do Japão, a abertura para o ocidente e a imigração para o Brasil:

  • 1 – O passado feudal (1543-1854: do contato com os portugueses à abertura ao Ocidente);
  • 2 – Abertura para o ocidente (1854-2008: Da Era Meiji ao Japão-contemporâneo); e,
  • 3 – A saga da imigração (1908-2008: A saga da imigração).

Publicação da Duetto Editorial, em três revistas, cerca de 240 páginas.

5-Livro “De Sol a Sol”

De autoria dos jornalistas Jorge Okubaru (editorialista do jornal O Estado de São Paulo) e Koichi Mori (professor da Universidade de São Paulo), entre outros, o livro narra uma viagem no tempo: do Japão feudal, agrícola, dos poderosos samurais do xogunato Tokugawa, ao Japão que se modernizaria a partir de 1868; e, o Brasil que se tornou a pátria das famílias dos japoneses que aqui chegaram a partir de 1908. O livro mostra ainda a evolução dos cem anos de amizade e trabalho em nosso país e os resultados dessa integração étnica e cultural.

Publicação da Editora Terceiro Nome, em dois volumes.

4-Livro “História do Japão em Mangá”

Uma visão ampla e bastante detalhada dos 2000 anos de história do Japão é o destaque deste livro, com desenhos de Roberto Kussumoto e Antonio Paulo Goulart e textos de Francisco Sato e Francisco Handa, doutor em História pela Unesp e monge budista da escola Soto Zen.

Os traços revelam a origem do povo japonês na pré-história, as diferentes eras de sua história milenar, as tradições da cultura japonesa, presentes no tempo dos samurais, e o desenvolvimento no período moderno. A obra foi lançada durante a celebração do Tratado de Amizade Brasil-Japão, em 1995, e chega à sua terceira edição em 2008.

3-Livro “Banzai – História da Imigração Japonesa”

Traz o relato de cem anos de uma história recheada de fatos marcantes e inesquecíveis, narrando exemplos de luta, perseverança e solidariedade dos imigrantes pioneiros.

A publicação é uma iniciativa da Associação Cultural e Esportiva Saúde, com o apoio da Fundação Kunito Miyasaka. Coordenado e preparado pelo jornalista Francisco Noriyuki Sato, com auxílio de Paulo Fukue (roteiro) e Adauto Silva (letrista), o trabalho foi revisado por uma equipe liderada pelo professor Masato Ninomiya, da Universidade de São Paulo.

2-Livro do Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil

Lançado em maio, o livro do Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil (MHIJB) é comemorativo dos 30 anos de fundação do museu.

A versão em japonês tem características de guia e apresenta documentos que ilustram a trajetória dos imigrantes japoneses. Já a edição em português, além de informar sobre a exposição, traz detalhes das diversas fases da imigração japonesa no Brasil, servindo como manual de estudo da história da imigração.

O guia em japonês foi editado pela Comissão de Administração do MHIJB e a versão em língua portuguesa é de autoria de Célia Oi, ex-diretora do museu e atual coordenadora de Comunicação do Bunkyo.

Valor dos livros:
R$20,00 livro em japonês, com 58 páginas
R$25,00 livro em português, com 98 páginas

1-Livro “O Nikkei no Brasil”

Uma publicação com significativo valor documental elaborado pelos próprios protagonistas, servindo como referência sobre o tema da imigração japonesa e melhor compreensão da chamada comunidade nikkei. Coordenado por Kiyoshi Harada e por outros 11 colaboradores.

Editora Atlas, 630 páginas.

Saiba mais

Imin 2008 – 100 Anos