Menu fechado

Associação Japonesa de Roraima celebra 113 anos de imigração no Brasil

Associação Japonesa de Roraima celebra 113 anos de imigração no Brasil
Compartilhe

Programação vai contar com apresentações de dança, taiko (tambor japonês) e artes marciais

Neste sábado (19), a Associação Nipobrasileira de Roraima (ANIR) promove uma noite especial pelos 113 anos da imigração japonesa no Brasil. Além disso, será dado início também às celebrações do tradicional Tanabata Matsuri – O Festival das Estrelas. O evento vai acontecer no Roraima Garden Shopping, no bairro Caçari, a partir das 18h.

A proposta desse encontro é relembrar a trajetória das famílias que saíram da Terra do Sol Nascente em busca de oportunidades e que ao chegarem no Brasil em 1908, passaram a contribuir bastante para o fortalecimento da nação, sem abrir mão de sua cultura e costumes. Em Roraima, mais de 140 famílias japonesas fazem parte da ANIR.

Para celebrar esse importante evento histórico, a associação preparou uma programação que inclui apresentações de odori (dança típica japonesa), taiko (tambor japonês) e artes marciais. De acordo com o presidente da ANIR, Shiromir Eda, apesar das limitações resultantes da pandemia, a celebração vai acontecer, mas respeitando todas as medidas necessárias de segurança sanitária.


“No ano passado, por conta da pandemia não fizemos essa comemoração, mas ainda fizemos a Semana da Cultura Japonesa, de forma virtual. E esse ano, graças aos decretos de flexibilização, nos foi possível organizar um evento mais simples, mas com toda a segurança possível para evitar a contaminação. Faremos essas apresentações com todo o cuidado para quem estiver circulando no shopping conhecer mais da nossa cultura”.  

Tanabata – Uma das celebrações mais tradicionais do Japão, o Tanabata Matsuri acontece desde 1603 sempre no início do mês de julho. É baseado em uma lenda, onde Tanabata representa o sétimo dia do sétimo mês, que é quando acontece o encontro de dois apaixonados que foram separados pela via láctea.

Desde então, existe a tradição onde os desejos são escritos em tiras de papel coloridas (Tanzaku) e penduradas nos ramos de bambu. Por conta disso, uma grande árvore será armada na Praça de Alimentação do Roraima Garden Shopping onde as pessoas poderão pendurar seus pedidos. [leia + sobre lenda Tanabata Matsuri – O Festival do Encontro das Estrelas]

A ANIR – Em junho de 2008, ano em que se comemorava o Centenário da Imigração Japonesa no Brasil, a comunidade nipônica em Roraima se reuniu para fundar uma instituição com o objetivo de disseminar a cultura japonesa e contribuir com a diversidade cultural do Estado. Assim nasceu a Associação Nipobrasileira de Roraima (ANIR).

Em fevereiro de 2009, foi criado o Instituto Roraimense de Cultura Japonesa (IRCJ), oferecendo aulas de idioma japonês à comunidade roraimense. A escola tem recebido apoio principalmente da Agência de Cooperação Internacional do Japão (JICA), da Fundação Japão, do Consulado Geral do Japão de Manaus.

A ANIR foi enquadrada na Lei de Utilidade Pública Estadual (Lei número 821 de 17 de outubro de 2011). No ano seguinte, foi enquadrada na Lei de Utilidade Pública Municipal (Lei nº 1.460, de 03 de outubro de 2012). Ainda em 2012, a associação recebeu na forma de concessão, um terreno da Prefeitura de Boa Vista (RR), localizado no bairro Caçari para a construção de sua sede.

Em novembro de 2016, a ANIR recebeu a doação no valor de R$ 273.390,84 do Consulado Geral do Japão em Manaus, para a construção do seu Centro Cultural. Já em 2017, foi reenquadrada como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) e, dessa forma, a ANIR foi qualificada para convênios e parcerias com entidades públicas nacionais e internacionais, e ainda receber doações de empresas privadas tributadas pelo lucro real, estas podendo deduzir do seu Imposto de renda devido.

O Centro Cultural da ANIR foi oficialmente inaugurado no dia 27 de outubro de 2017, construído em uma área de 3.000 m2, com estrutura composta por duas salas de aula, um hall, uma secretaria, três banheiros, além de um jardim japonês feito com o apoio da Prefeitura de Boa Vista. O prédio está localizado na Rua da Mangueira, 477, Caçari.

Associação Japonesa de Roraima celebra 113 anos de imigração no Brasil

Nota do editor: A foto é uma montagem (do alto à esquerda, no sentido horário): Família TSUKUDA, Família EDA, Tanabata Matsuri e Família DOI. Um retrato da composição sociocultural dos japoneses no Brasil, uma integração entre os dois países, onde o legado é preservado por nikkeis.

Texto e fotos

Fábio Cavalcante – Jornalista (DRT-335/RR) e coordenador de Comunicação da ANIR

Saiba mais

ANIR – Associação Nipobrasileira de Roraima – Boa Vista-RR

IRCJ – Instituto Roraimense de Cultura Japonesa – Boa Vista-RR

JICA Brasil – Agência de Cooperação Internacional do Japão

Fundação Japão FJSP – São Paulo-SP

Consulado Geral do Japão em Manaus – Manaus-AM